07 abril 2018

O Ponto de Virada ~ Malcolm Gladwell


Malcolm Gladwell é colunista do jornal The New Yorker. Sua escrita flui de forma extraordinária. Li The Tipping point (O ponto da virada) e Outliers (Fora de série), e estou com outro livro dele em casa. Um ponto atraente em seus livros é a  mistura de sua escrita com pesquisas científicas, históricas e filosóficas. Alguns o acusam de tirar essas pesquisas do contexto em que foram criadas, eu particularmente penso que administra bem a narrativa e coloca um ponto de interrogação ao lado das certezas e nos fazer refletir.

Em “O ponto da virada”, Gladwell quer responder à seguinte questão: Por que alguns comportamentos, produtos e ideias se espalham como epidemias e outros não? Seria possível controlar intencionalmente tais processos? O autor parte da seguinte ideia: a melhor maneira de compreender o fluxo e refluxo das tendências sociais é pensá-las como epidemias

Segundo ele ‘sofremos uma influência extrema do meio em que vivemos e da personalidade e do comportamento das pessoas que nos cercam. Nossas convicções mais íntimas e o verdadeiro conteúdo dos nossos pensamentos são menos importantes na orientação de nossas ações do que o contexto imediato em que se dá nosso comportamento.'

’Ponto da Virada é justamente o momento em que pequenas mudanças entram em ebulição, transformando um evento. Atingir o Ponto da Virada depende de três agentes de mudança: a Regra dos Eleitos, o Fator de Fixação e o Poder do Contexto.

A Regra dos Eleitos determina como algumas pessoas com características particulares (sociabilidade, entusiasmo, energia, conhecimento e influência) são capazes de transmitir ou espalhar uma novidade, criando uma tendência. Todavia depois de criada a tendência é preciso fixar.

O Fator de Fixação torna a mensagem memorável e inesquecível, ampliando a intensidade do seu impacto. Nas epidemias, o mensageiro é fundamental, ele faz ‘a coisa’ se disseminar e ser fixada.

O Poder do Contexto vai retratar como as pessoas são influenciadas pelo ambiente, o que também contribui para a criação de tendências. 

A Regra dos Efeitos mostra que existem pessoas excepcionais capazes de iniciar epidemias. Basta encontrá-las. A lição sobre fixação é a mesma. Há uma forma simples de embalar uma informação que, nas circunstanciais certas, torna-se irresistível. É só descobrir qual é. Segundo a Regra dos Eleitos, as epidemias são geradas por 'pessoas dotadas de um conjunto raro e particular de talentos sociais.' Essas pessoas podem ser classificadas como: “Comunicadores, Experts e Vendedores”.

Os Comunicadores são aqueles “com um talento especial para reunir pessoas” ou “com um talento extraordinário para fazer amigos e conhecidos.” A importância dos Comunicadores não está apenas na quantidade de pessoas que conhecem, mas também na diversidade. 

Para tal, Gladwell, usa o conceito do sociólogo Mark Granovetter sobre “a força dos laços fracos”, onde se afirma que a melhor maneira de entrar em algum lugar é por meio de um contato pessoal, os Comunicadores tornam-se socialmente poderosos e valiosos porque têm muitos conhecidos em lugares diversos, o que amplia suas oportunidades de acesso a mundos, lugares e ambientes aos quais não pertencem.

Os Comunicadores são especialistas em gente, e os Experts são especialistas em informações. O Expert é o que acumula conhecimento. Porém, “não são colecionadores passivos de informações.” É aquele tipo de gente que quando descobre uma novidade valiosa, quer difundi-la para que todos tirem proveito. Os Experts têm o conhecimento e as habilidades sociais para iniciar epidemias de propaganda boca a boca. E os Vendedores? os Vendedores são as pessoas capazes de nos convencer quando não acreditamos no que estamos ouvindo. Vale a leitura!!!

05 abril 2018

A Catedral do Mar ~ Ildefonso Falcones



A Catedral do Mar é um romance histórico com uma trama complexa e emocionante. Os personagens são bem detalhados e o livro é narrado em terceira pessoa.  Para quem gosta de fatos históricos, a História de Barcelona é  ricamente contextualizada. Vale a leitura!!!


'Bernat Estaniou é um servo, durante seu casamento com Francesca o Senhor dono das terras exige o direito de firma de spoli forzada , ou seja, o direito de ter a noiva em sua primeira noite. Ela engravida e nasce Arnau, um menino saudável e que devido a um sinal de nascença é indiscutivelmente filho de Bernat Estaniou. Infelizmente o senhor feudal toma 'posse' de Francesca e Arnau e eles passam a morar no Castelo, onde ela trabalha como serva.

Berna resgata Arnau e lembrando dos boatos sobre a grande Barcelona de que se conseguir viver na cidade durante 1 ano e 1 dia se torna cidadão, ele foge para Barcelona com Arnau.

Na grande cidade, pede o auxílio de sua irmã e seu cunhado, um artesão em ascensão.  Trabalha sem parar, conquista pouco e continua sonhando em dar uma vida melhor para Arnau que no futuro se torna estivado, um dos construtores da Catedral do Mar, 'A igreja do povo, construída pelo povo e para o povo'.





Pai, aonde você vai? - gritou Arnau quando já o tinha perdido de vista.
- Em busca da liberdade. - respondeu uma mulher que também observava a multidão espalhar-se pelas ruas da cidade. 
- Já somos livres. - atreveu-se Arnau a afirmar.
- Não há liberdade com fome, filho. - sentenciou a mulher.

30 março 2018

Minhas Invenções ~ Nikola Tesla

Uma biografia interessante e de leitura ágil. Tracei alguns pontos abordados pelo livro nessa resenha para quem quiser conhecer mais Tesla.

Nikola Tesla (1858-1943) nasceu na aldeia de Smiljan, durante o Império Austríaco, que hoje é parte da Croácia. Desde a infância desenvolveu raciocínio logico, incentivado pelos pais. Na escola destacou-se com sua inteligência e memória fotográfica.

Em 1873, ingressou no Instituto Politécnico de Graz, na Áustria, com o intuito de se graduar em Engenharia Elétrica. Mais tarde transferiu-se para a Universidade de Praga, onde seu interesse e fascínio pela engenharia elétrica foi ainda mais incentivado.

Em 1881 entrou para a companhia telefônica de Budapeste, onde começou sua carreira de engenheiro. Em 1882, Tesla descobriu o campo magnético rotativo, um princípio fundamental da física e base de todos os dispositivos que usam correntes alternadas. Dois anos mais tarde foi convidado para trabalhar com Thomas Edson, em New York. No inicio se davam super bem, todavia se desentenderam sobre a teoria das correntes contínuas e alternadas, e a união foi interrompida.

Tesla havia criado uma forma eficiente de transmitir energia a grandes distâncias, mas era perigoso em caso de acidente. Edson, que baseava suas tecnologias na corrente contínua, era contra a “corrente assassina de Tesla”. A corrente alternada de Tesla é a que hoje corre nos fios de alta tensão do planeta.

Ao todo, Tesla registrou cerca de 40 patentes nos Estados Unidos e mais de 700 no mundo todo. Suas invenções foram focadas na utilização da eletricidade e magnetismo, entre eles: a lâmpada fluorescente, o motor de indução (utilizado em indústrias e em vários eletrodomésticos), o controle remoto, a Bobina Tesla, Transmissão via rádio, o sistema de ignição utilizado nas partidas dos carros, a corrente alternativa etc.Seus principais contributos estão relacionados com a tecnologia e a robótica.


Em 1894, Tesla recebeu o título Honoris Causa pela Universidade de Columbia e Yale e a medalha Elliot Cresson, pelo Instituto Franklin. Em 1912, Tesla recusou-se a dividir o Prêmio Nobel de Física com Edson, o que acabou sendo dado a outro pesquisador. Em 1934, a cidade da Filadélfia concedeu-lhe a medalha John Scott pelo seu sistema de energia polifásico. Ele era membro honorário da Associação Nacional de Luz Elétrica e membro da Associação Americana para o Avanço da Ciência.

Durante muitos anos, o hotel Waldorf Astoria, em Nova Iorque foi a residência de Tesla, quando ele estava no auge do poder financeiro e intelectual. Durante os últimos dez anos de vida mudou-se para o New Yorker Hotel, onde faleceu, em 7 de janeiro de 1943.

Tão importante foram suas contribuições que dia 10 de julho nos Estados Unidos é comemorado o “Dia de Tesla” dedicado ao inventor. Ademais, seu nome foi transformado num unidade padrão (T) que serve para medir a densidade do campo magnético.

20 março 2018

Confie em Mim ~ Harlan Coben

 Preocupados com o comportamento distante de Adam, 16 anos - principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do filho.

As mensagens são estranhas e o casal começa a se preocupar. Tentando evitar a ida de Adam a uma festa na casa de amigos, Mike planeja leva-lo a um jogo de hóquei, mas Adam desaparece deixando Jill sua irmã de 11 anos sozinha em casa.

Jill é a melhor amiga de Yasmim, uma menina que por conta de um comentário maldoso de um professor, está sofrendo bullying na escola.

Paralelo a corrida para encontrar Mike, vamos lendo a trajetória de um criminoso que encontra prazer em matar… quem é ele? Como ele está envolvido na história? Como ele escolhe suas vitimas?


O livro é cheio de suspense e para quem gosta de mistério essa é uma boa leitura.

Abaixo outras resenhas de Harlan Coben, basta clicar no link para abrir.

Harlan Coben, livros Idependentes:
  1. Livros não lançados no Brasil: Play Dead (1990)/ Miracle Cure (1991)
  2. Não Conte a Ninguém (2001)
  3. Desaparecido para Sempre (2002)
  4. Não Há Segunda Chance (2003)
  5. Apenas um Olhar (2004)
  6. O Inocente (2005)
  7. Silêncio na Floresta (2007)
Harlan Coben - Série Myron Bolitar:
  1. Série MB - Quebra de Confiança (1995)
  2. Série MB - Jogada Mortal (1996)
  3. Série MB - Sem Deixar Rastros (1996)
  4. Série MB - O Preço da Vitória (1997)
  5. Série MB - One False Move (1998)
  6. Série MB - The Final Detail (1999) 
  7. Série MB - Darkest Fear (2000) 
  8. Série MB - A Promessa (2006)
  9. Série MB - Quando Ela se Foi (2009)
  10. Série MB - Alta Tensão (2011)
Harlan Coben - Série Mickey Bolitar:
  1. Refúgio (2011)
  2. Uma Questão de Segundo (2012)
  3. A Toda Prova (2014)

O Ponto de Virada ~ Malcolm Gladwell

Malcolm Gladwell é colunista do jornal The New Yorker. Sua escrita flui de forma extraordinária. Li The Tipping point (O ponto da vira...